Publicidade
  • 29 de janeiro de 2019 |
  • 0 comentários

Presidente da Câmara de Santa Filomena participa de Encontro Legislativo em São Luís

O Vereador NIterran Soares – Presidente da Câmara Municipal de Santa Filomena do Maranhão esteve nesta terça-feira na Capital do Estado em companhia do Procurador da Casa Legislativa, o Advogado Dr Agenor Bilio e do Vice Prefeito Dr Michel.


O evento organizado pela UVCM – União de Vereadores e Câmaras do Maranhão, aconteceu na sede da FAMEM e contou com a participação de centenas de Presidentes de Câmaras de todo o Estado, onde foram capacitados para melhorar a gestão em seus municípios.

Diversos palestrantes explanaram sobre o papel do legislativo no poder de fiscalização do executivo, entre eles, o Procurador de Justiça do Estado do Maranhão – Dr Cláudio Rabelo.

  • 25 de janeiro de 2019 |
  • 0 comentários

Santa Filomena está entre as Câmaras Municipais que não cumpriram as Legislações em 2018

O relatório apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão revelou todas as Câmaras Municipais que não cumpriram as exigências legais e condizentes com a Lei. Segundo o tribunal, dos cinco critérios não atendidos pelas câmaras municipais destacam-se a falta de tempestividade nas publicações das informações referentes às receitas e despesas — como gastos com folha de pagamento, diárias, locação de veículos e combustíveis.

Avaliação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) aponta que, nos 217 municípios do Maranhão, apenas 53 câmaras municipais cumprem as regras estabelecidas pela Lei Complementar nº 131/09, a chamada Lei da Transparência. O restante, 164 câmaras municipais, terminaram o ano de 2018 e permanecem o de 2019 sem cumprir a legislação.

Das 164 câmaras municipais que não cumprem a Lei da Transparência, 101 deixam de manter seus portais de transparência ativos e atualizados. Outras 72 não disponibilizam o Relatório de Gestão Fiscal (RGF); 39 não fornecem informações sobre procedimentos licitatórios realizados, bem como dispensas ou inexigibilidades; 32 não disponibilizam informações sobre bens fornecidos ou serviços prestados; e 36 deixa de informar a respeito de repasses feitos pela prefeitura ou pelo Estado.

No início desta semana, o ATUAL7 mostrou que, segundo o levantamento da Corte de Contas estadual, 101 prefeituras municipais no Maranhão estão na marginalidade. Além disso, os três Poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) estaduais também foram classificados como descumpridores da lei, por dificultar em diversos critérios da avaliação a participação e o controle social.

Pela Lei da Transparência, além de multados, os gestores que não cumprem com as obrigações determinadas na norma podem responder por improbidade administrativa, que dentre as punições tem a perda do cargo ou mandato.

A quantidade de autoridades e políticos multados ou condenados por isso, porém, ainda é muito baixa. Pouco se tem notícia de que isso ocorra, tanto no âmbito do próprio tribunal, quanto do Ministério Público, a quem também cabe esse tido de fiscalização. A Câmara Municipal de Santa Filomena do Maranhão é um exemplo claro dessa sensação de impunidade, sendo um grande desafio para a Nova Mesa Diretora eleita para o Biênio 2019/2020 regularizar as pendências perante o Tribunal de Contas.

O novo Presidente da Câmara Municipal – Niterran Soares (PDT) eleito para o Biênio 2019/2020 informou ao blog que todas as medidas estão sendo tomadas junto ao setor Jurídico e Contábil para regularização no menor tempo possível, o que será primordial para o bom andamento dos trabalhos do Legislativo.

Abaixo a relação completa das câmaras municipais que cumprem e as que descumprem a Lei da Transparência. Na demora ou falta de punição, a divulgação serve para que a população acompanhe e cobre por transparência de seus representantes e passe a não mais elegê-los.

Cumprem

1. Açailândia
2. Afonso Cunha
3. Amarante do Maranhão
4. Bacurituba
5. Barreirinhas
6. Brejo
7. Brejo de Areia
8. Buritirana
9. Cândido Mendes
10. Carolina
11. Caxias
12. Codó
13. Esperantinópolis
14. Fortaleza dos Nogueiras
15. Governador Edison Lobão
16. Governador Eugênio Barros
17. Governador Luiz Rocha
18. Governador Nunes Freire
19. Humberto de Campos
20. Imperatriz
21. Itapecuru Mirim
22. João Lisboa
23. Lago da Pedra
24. Lago do Junco
25. Lago dos Rodrigues
26. Lagoa Grande do Maranhão
27. Miranda do Norte
28. Monção
29. Paço do Lumiar
30. Paraibano
31. Paulo Ramos
32. Pedreiras
33. Pedro do Rosário
34. Penalva
35. Pinheiro
36. Presidente Médici
37. Riachão
38. Santa Inês
39. Santa Luzia
40. Santa Luzia do Paruá
41. São Benedito do Rio Preto
42. São Félix de Balsas
43. São Francisco do Brejão
44. São João do Sóter
45. São Mateus do Maranhão
46. São Roberto
47. Senador La Rocque
48. Serrano do Maranhão
49. Sítio Novo
50. Sucupira do Riachão
51. Tuntum
52. Viana
53. Vila Nova dos Martírios

Descumprem

1. Água Doce do Maranhão
2. Alcântara
3. Aldeias Altas
4. Altamira do Maranhão
5. Alto Alegre do Maranhão
6. Alto Alegre do Pindaré
7. Alto Parnaíba
8. Amapá do Maranhão
9. Anajatuba
10. Anapurus
11. Apicum-Açu
12. Araguanã
13. Araioses
14. Arame
15. Arari
16. Axixá
17. Bacabal
18. Bacabeira
19. Bacuri
20. Balsas
21. Barão de Grajaú
22. Barra do Corda
23. Belágua
24. Bela Vista do Maranhão
25. Benedito Leite
26. Bequimão
27. Bernardo do Mearim
28. Boa Vista do Gurupi
29. Bom Jardim
30. Bom Jesus das Selvas
31. Bom Lugar
32. Buriti
33. Buriti Bravo
34. Buriticupu
35. Cachoeira Grande
36. Cajapió
37. Cajari
38. Campestre do Maranhão
39. Cantanhede
40. Capinzal do Norte
41. Carutapera
42. Cedral
43. Central do Maranhão
44. Centro do Guilherme
45. Centro Novo do Maranhão
46. Chapadinha
47. Cidelândia
48. Coelho Neto
49. Colinas
50. Conceição do Lago-Açu
51. Coroatá
52. Cururupu
53. Davinópolis
54. Dom Pedro
55. Duque Bacelar
56. Estreito
57. Feira Nova do Maranhão
58. Fernando Falcão
59. Formosa da Serra Negra
60. Fortuna
61. Godofredo Viana
62. Gonçalves Dias
63. Governador Archer
64. Governador Newton Bello
65. Graça Aranha
66. Grajaú
67. Guimarães
68. Icatu
69. Igarapé do Meio
70. Igarapé Grande
71. Itaipava do Grajaú
72. Itinga do Maranhão
73. Jatobá
74. Jenipapo dos Vieiras
75. Joselândia
76. Junco do Maranhão
77. Lago Verde
78. Lagoa do Mato
79. Lajeado Novo
80. Lima Campos
81. Loreto
82. Luís Domingues
83. Magalhães de Almeida
84. Maracaçumé
85. Marajá do Sena
86. Maranhãozinho
87. Mata Roma
88. Matinha
89. Matões
90. Matões do Norte
91. Milagres do Maranhão
92. Mirador
93. Mirinzal
94. Montes Altos
95. Morros
96. Nina Rodrigues
97. Nova Colinas
98. Nova Iorque
99. Nova Olinda do Maranhão
100. Olho d’Água das Cunhãs
101. Olinda Nova do Maranhão
102. Palmeirândia
103. Parnarama
104. Passagem Franca
105. Pastos Bons
106. Paulino Neves
107. Peri Mirim
108. Peritoró
109. Pindaré-Mirim
110. Pio XII
111. Pirapemas
112. Poção de Pedras
113. Porto Franco
114. Porto Rico do Maranhão
115. Presidente Dutra
116. Presidente Juscelino
117. Presidente Sarney
118. Presidente Vargas
119. Primeira Cruz
120. Raposa
121. Ribamar Fiquene
122. Rosário
123. Sambaíba
124. Santa Filomena do Maranhão
125. Santa Helena
126. Santa Quitéria do Maranhão
127. Santa Rita
128. Santana do Maranhão
129. Santo Amaro do Maranhão
130. Santo Antônio dos Lopes
131. São Bento
132. São Bernardo
133. São Domingos do Azeitão
134. São Domingos do Maranhão
135. São Francisco do Maranhão
136. São João Batista
137. São João do Carú
138. São João do Paraíso
139. São João dos Patos
140. São José de Ribamar
141. São José dos Basílios
142. São Luís
143. São Luís Gonzaga do Maranhão
144. São Pedro da Água Branca
145. São Pedro dos Crentes
146. São Raimundo das Mangabeiras
147. São Raimundo do Doca Bezerra
148. São Vicente Ferrer
149. Satubinha
150. Senador Alexandre Costa
151. Sucupira do Norte
152. Tasso Fragoso
153. Timbiras
154. Timon
155. Trizidela do Vale
156. Tufilândia
157. Turiaçu
158. Turilândia
159. Tutoia
160. Urbano Santos
161. Vargem Grande
162. Vitória do Mearim
163. Vitorino Freire
164. Zé Doca

Parte do texto Do Atual 7

  • 2 de janeiro de 2019 |
  • 0 comentários

Vereador Niterran Soares -PDT é empossado como Presidente da Câmara Municipal em Santa Filomena do Maranhão

Nesta terça feira, 1º  de Janeiro de 2019 foi empossada a nova mesa diretora da Câmara Municipal de Santa Filomena do Maranhão que ficará no comando do Vereador Niterran Soares de Lima – PDT.

Confira a composição:

Presidente – Niterran Soares de Lima;
Vice-Presidente – Claudioney Gomes Subrim;
1° Secretário – Camila Pereira da Silva;
2° Secretário – Wanderson De Oliveira Lima
Tesoureiro – Pedro Henrique Nogueira Costa

A Solenidade de Posse aconteceu na tarde de hoje e contou a com a presença de importantes lideranças políticas, regionais e estaduais, entre elas, os Ex Prefeitos – Salomão Barbosa, Dr Chico, Manoel Neto, o atual Vice Prefeito Dr Michel Brandão, ex Vereadores, ex Secretários Municipais, alem do Ex Vereador de Tuntum – Jesimiel, o Ex Vereador de São Domingos – Pedão do Baixão Grande, o Vereador de Presidente Dutra – Irábio Brandão e o Diretor da Escola Estadual – Professor Aldenor Holanda.

Após a abertura da sessão pelo Vereador de maior idade, Ney Ernesto, foi entoado o Hino Nacional e posteriormente foi convidado o Pr Miguel Ferreira para fazer a leitura da palavra da Deus e uma oração.

A presença ilustre do Deputado Estadual Fernando Pessoa reforçou o apoio aos novos integrante da Mesa Diretora, e em seu pronunciamento afirmou que estará ao lado do povo e destinará benefícios ao Município durante seu mandato. O Deputado aproveitou para agradecer a votação recebida na eleição em 2018 pelos Filomenenses, garantindo que honrará os votos recebidos.

Todos os vereadores usaram a Tribuna e enfatizaram que continuarão trabalhando em prol do povo de Santa Filomena com muito mais responsabilidade, fiscalizando o poder executivo e estreitando os laços com as entidades que defendem os funcionários públicos.

O Vice Prefeito Dr Michel Brandão parabenizou os vereadores pela nova composição, desejando sucesso no comando da Casa Legislativa e reafirmando o compromisso com o povo de Santa Filomena em busca de desenvolvimento para a cidade.

O Presidente empossado, Vereador Niterran, agradeceu aos colegas vereadores os votos recebidos em forma de confiança para comandar a Câmara Municipal no Biênio 2019/2020 e pediu que a população se faça presente em todas às sessões legislativas, para tomarem conhecimento das mudanças que deverão ocorrer, a fim de dar mais fluidez aos trabalhos da Casa.

  • 1 de janeiro de 2019 |
  • 0 comentários

CONVITE !

O novo Presidente da Câmara Municipal de Santa Filomena do Maranhão – Niterran Soares de Lima, juntamente com os demais vereadores CAMILA PEREIRA DA SILVA, PEDRO HENRIQUE NOGUEIRA COSTA, CLAUDIONEY GOMES SUBRIM, WANDERSON DE OLIVEIRA LIMA que formaram a chapa vencedora na eleição do dia 15 de Dezembro, tem o prazer de convidar a população de Santa Filomena e os amigos, lideranças locais e regionais para a Sessão Solene de posse da Mesa Diretora para o Biênio 2019/2020 que acontecerá na Sede do Poder Legislativo, hoje, dia 1 de Janeiro de 2019 às 15 horas.

  • 20 de dezembro de 2018 |
  • 0 comentários

Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão reconhece eleição da Câmara em Santa Filomena

Vereador Pedro Henrique, Huguinho, Niterran, Camila e Ney Ernesto.

Nesta quinta feira, dia 19/12/2018, a Procuradoria Geral do Estado do Maranhão reconheceu a eleição da Nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Santa Filomena do Maranhão realizada no último sábado dia 15/12.

Em parecer o Sr. Procurador de Justiça –  Eduardo Daniel Pereira Filho opinou pela perda de objeto do agravo de instrumento impetrado pela atual presidência da Câmara Municipal. O parecer justifica a perda do objeto pela eleição ocorrida em 15.12.2018, a qual elegeu o vereador Niterran Soares de Lima para o Biênio 2019/2020.

 

Diante do parecer emitido pelo Procurador Estadual, a eleição realizada segue com legitimidade, de válido efeito.

 

  • 18 de dezembro de 2018 |
  • 0 comentários

Oposição elege novo Presidente da Câmara de Vereadores em Santa FIlomena do Maranhão

A cidade de Santa Filomena do Maranhão, ficou pequena pra eleição da nova Mesa Diretora para o Biênio 2019/2020. A cidade de Santa Filomena hoje é administrada pelo atual prefeito Idan Torres(PDT), que já amargou sua primeira derrota na cidade no último dia (15), onde não conseguiu a reeleição da atual presidente sua aliada. A oposição de Filomena, mostrou que está mais viva do que nunca pra 2020, conseguindo derrotar o atual prefeito na eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Santa Filomena do Maranhão, tornado o vereador Niterran Soares de Lima, novo presidente para o biênio 2019/2020. Niterran venceu com chapa única, dos nove vereadores, quatro foi de abstenção e cinco compôs a chapa: VONTADE DO POVO clique aqui

Presidente: Niterran Soares de Lima

Vice-presidente: Claudioney Gomes Subrim

1º Secretário: Camila Pereira da Silva

2º Secretário: Wanderson de Oliveira Lima

Tesoureiro: Pedro Henrique N. Costaclique aqui

Segundo informações repassadas ao titular do blog, dão conta que o atual prefeito ainda não conseguiu reconhecer a derrotar e tenta anular na justiça a sessão que teve a vitória de Niterran como novo presidente. Outro lado O Blog do Jota Luiz entrou em contato com o atual prefeito de Santa Filomena do Maranhão Idan(PDT), e com atual presidente mais não foram localizados para se posicionar sobre o assunto. O espaço está aberto para manifestações. clique aqui

Fonte: blog Jota Luiz

 

  • 14 de dezembro de 2018 |
  • 0 comentários

Mais Médicos: maioria das vagas não ocupadas está nos distritos indígenas

Depois da primeira fase de seleção, restaram 106 vagas a serem preenchidas pelo programa Mais Médicos. Dessas, 59% estão em distritos indígenas. Entre os motivos estão a formação médica brasileira e características da profissão no país, acreditam especialistas.

O médico brasileiro Lucas Albertoni atendendo na aldeia Kubenkokre, no Dsei Tapajós, Pará. — Foto: Lucas Albertoni/Arquivo pessoal

Das 106 vagas que não foram ocupadas depois da primeira etapa de seleção de profissionais para o Mais Médicos, 63 estão em Distritos Especiais de Saúde Indígena, os Dseis, o que equivale a 59% do total. Dos 34 distritos de saúde indígenas existentes no país, oito — todos no Norte — ficaram com vagas ociosas depois do término das inscrições na última sexta-feira (7).

Segundo especialistas ouvidos pelo G1, a explicação para esse cenário passa por três aspectos:

  • o isolamento de algumas dessas comunidades, principalmente as da região amazônica;
  • o perfil do estudante de medicina brasileiro;
  • o modo como a carreira médica é feita no Brasil.

Os distritos indígenas da Amazônia, por ficarem em locais de difícil acesso, sofrem ainda mais dificuldades no preenchimento de vagas, afirma Paulo Basta, supervisor dos médicos cubanos do Dsei Tapajós, no oeste do Pará, e pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública.

Das 11 vagas que foram ofertadas no edital do Mais Médicos para o Tapajós, apenas cinco foram ocupadas. Em comparação, os distritos indígenas do litoral tiveram todas as vagas preenchidas na primeira etapa de seleção.

“As áreas da Amazônia são remotas, onde as pessoas têm muita dificuldade para chegar. Essa é a primeira dificuldade. E aí, quando você chega, as jornadas de trabalho não são iguais às que você tem nas cidades. São 20, 30 dias direto nos locais de trabalho. Esse é outro problema”, avalia Paulo.

Em nota ao G1, o Ministério da Saúde ressaltou que somente 18,9% das vagas em distritos não foram preenchidas e que o processo de seleção continua. Além disso, afirma que o atendimento a essa população é feita de outras formas:

“O Ministério da Saúde busca o aprimoramento constante das ações em saúde dos povos indígenas. (…) Para viabilizar essa assistência, o Ministério da Saúde utiliza transportes aéreos (aviões e helicópteros), terrestres (caminhonetes, caminhões, vans) e aquáticos (barcos) para a remoção de pacientes em consultas médicas, atendimentos de urgência e emergência e no transporte das Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) em áreas específicas de programas desenvolvidos pela pasta.”

Procurada pela reportagem, a Fundação Nacional do Índio (Funai) preferiu não se manifestar.

Atrair médicos para as regiões mais afastadas do país foi um dos problemas que o Mais Médicos buscou resolver, empregando brasileiros e estrangeiros. Criado em 2013, durante o governo Dilma Rousseff, o programa chegou a trazer para o Brasil cerca de 11 mil médicos cubanos, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Quando o país caribenho decidiu deixar o programa, no mês passado, eram 8,3 mil profissionais atuando aqui.

O Mais Médicos oferece bolsas de R$ 11,8 mil — valor superior, por exemplo, à média da remuneração no Norte e Nordeste para os profissionais da Estratégia de Saúde da Família. Nessas regiões, afirma o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), o salário fica em torno de R$ 10 mil, mas pode variar bastante. O programa também dá uma ajuda de custo que pode chegar ao valor de três bolsas (mais de R$ 35 mil).

No Brasil, 301 dos 529 médicos nos distritos indígenas eram cubanos— 57%, segundo o Ministério da Saúde. Se contabilizados apenas os que atendiam esses distritos pelo Mais Médicos, oito a cada dez médicos vinham de Cuba. A população atendida nos distritos de saúde indígena é de 818 mil pessoas, segundo a pasta.

O médico Arumis Benitez foi um dos cubanos a ir trabalhar na região amazônica. Ele disse que o trabalho foi muito gratificante: “São pessoas que precisam muito mesmo [de assistência médica]”. Hoje ele vive no município de Parintins, no Amazonas, está casado, tem dois filhos, e luta para conseguir se manter no país.

De acordo com o Ministério da Saúde, as doenças que mais atingiram os indígenas brasileiros em 2017 foram resfriados, pneumonias, doenças diarreicas agudas e parasitoses. Também há ocorrência de enfermidades crônicas, como AVC, hipertensão e diabetes.

Perfil dos médicos

Além do fator distância, Paulo Basta acredita que a não ocupação das vagas dos distritos indígenas reflete a desigualdade social do Brasil.

“Quem é que tem acesso às faculdades de medicina hoje em dia? Geralmente são pessoas de alto nível socioeconômico, que tiveram uma formação privilegiada. Então as vagas das faculdades são ocupadas pela elite brasileira — elite que não tem nenhum interesse em trabalhar com a questão indígena. Muitos estudantes de medicina são filhos de fazendeiros, produtores do agronegócio, garimpeiros — pessoas que têm conflitos declarados com as populações indígenas e têm interesses econômicos sobre esses territórios”, argumenta.

Para Alessandra Korap, líder indígena da etnia Munduruku da região, a saída dos cubanos é uma perda que a população indígena local vai sentir muito.

“Eles tocavam na pessoa, olhavam no ouvido, na garganta, pegavam na barriga. O que vai acontecer agora? Os médicos brasileiros botam muita dificuldade — falam que não comem aquele peixe, que não comem farinha, que não gostam porque tem muito pinhum [tipo de inseto], que não tem internet, que ele não pagou a faculdade tão cara pra chegar nesse nível”, relata Alessandra.

  • 14 de dezembro de 2018 |
  • 0 comentários

Ida de Rubens Júnior para o governo pode abrir vaga para Gastão Vieira na Câmara Federal

É cada vez mais forte o rumor de que o deputado federal reeleito Rubens Júnior (PCdoB) vá assumir uma secretaria no governo Flávio Dino. O blog, inclusive, antecipou a informação no final do mês passado.

A possível ida de Rubens Júnior para o governo estadual pode abrir caminho para que Gastão Vieira (PROS) assuma o mandato na Câmara dos Deputados.

Segundo suplente da chapa que elegeu, além de Rubens, Márcio Jerry (PCdoB), Cléber Verde (PRB), Bira do Pindaré (PSB) e Juscelino Filho (DEM), Gastão pode se valer do fato de Simplício Araújo (SD) – primeiro suplente – continuar como secretário de Indústria de Dino.

Sendo assim, além de torcer para Rubens integrar o secretariado do Executivo Estadual, Gastão ficará na expectativa do futuro de Simplício.

Mas o mais provável é que o ex-presidente do FNDE assuma mesmo como deputado federal no início de 2019.

fonte: www.marrapa.com

  • 13 de dezembro de 2018 |
  • 0 comentários

Santa Filomena do Maranhão: Eleição da Câmara Municipal marcada para dia 15 de Dezembro

Desde o mês de abril deste ano, a maioria dos vereadores da pequena cidade localizada à 380 km da capital maranhense vem travando um embate para realização da eleição da mesa diretora para o Biênio 2019/2020, porém inusitados acontecimentos vinham sendo empecilhos para o desenrolar desta situação.

A chapa encabeçada pelo Vereador Niterran Soares (PDT) possui a aprovação de dois terços dos vereadores ( 6 dos 9) do município, deixando apenas 3 vereadores no grupo do atual prefeito.

O vereador Niterran Soares está no seu terceiro mandato e pela primeira vez disputa a eleição da Câmara, que conta com o voto dos 6 Vereadores.

Diante de todos os acontecimentos e atentos ao que refere o Regimento Interno, o ARTIGO 7 diz:

A ELEIÇÃO PARA A RENOVAÇÃO DA MESA DIRETORA, REALIZAR-SE-À NA PRIMEIRA QUINZENA DO MÊS DEZEMBRO DO ANO EM QUE SE ENCERRA O MANDATO DE SEUS MEMBROS, E QUE A POSSE SERÁ NO DIA 1º DE JANEIRO DO ANO SUBSEQUENTE, EM SESSÃO SOLENE. (Alterado pela resolução 02/2018).

Veja o documento abaixo:

CHAPA VONTADE DO POVO

PRESIDENTE: NITERRAN SOARES DE LIMA (PDT)

VICE PRESIDENTE: CLAUDIONEY GOMES SUBRIM (PDT)

PRIMEIRA SECRETÁRIA: CAMILA PEREIRA DA SILVA (PT)

SEGUNDO SECRETARIO: WANDERSON DE OLIVEIRA LIMA (PSD)

TESOUREIRO: PEDRO HENRIQUE NO’GUEIRA COSTA (PSD)

Momento em que os vereadores fixaram a solicitação no mural da Câmara Municipal

Enfim, depois de meses os mesmos 6 continuam firmes e dispostos a eleger um novo presidente da Câmara Municipal, confirmado pelo documento abaixo :

 

 

  • 19 de outubro de 2018 |
  • 0 comentários

Deputados eleitos e reeleitos confirmam apoio à reeleição de Othelino na AL-MA

Deputados eleitos no Maranhão

 

 

 

 

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), reuniu 35 deputados estaduais eleitos para um almoço de boas-vindas em sua residência nesta quinta-feira (18). Todos reafirmaram apoio à reeleição do parlamentar que segue firme nas adesões por sua permanência na Presidência da Casa.

“Agradeço a manifestação de apoio dos deputados eleitos que acreditam e reconhecem o nosso trabalho à frente da Presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão. Este momento é de confraternização para que comecemos a interagir com os colegas que estarão conosco nos próximos anos neste novo mandato”, ressaltou Othelino Neto.

Para a deputada Ana do Gás (PCdoB), uma das parlamentares presentes no almoço, Othelino tem feito um grande trabalho na Assembleia Legislativa do Maranhão e precisa dar continuidade a essa importante aliança política com os colegas.

“Nós nos sentimos seguros com Othelino, pois ele sempre defendeu os deputados, tanto de governo, quanto de oposição, sem fazer qualquer distinção. Nada mais justo que reconduzi-lo novamente à presidência da Casa”, afirmou.

O deputado Glalbert Cutrim (PDT) ressaltou o posicionamento do PDT, que terá a maior bancada na Assembleia Legislativa do Maranhão a partir de 2019, e que decidiu, por unanimidade, apoiar a reeleição de Othelino. “Ele é uma pessoa que sempre respeitou a todos na Casa e temos certeza de que ele continuará fazendo um grande trabalho na próxima gestão”, frisou.

Deputada eleita Thaiza Hortegal, Othelino Neto e o prefeito Luciano Genésio

Novato na Assembleia Legislativa, a partir de 2019, o deputado eleito Leonardo Sá (PRTB) disse que o melhor nome para conduzir a Assembleia Legislativa é o de Othelino Neto. Ele disse que tem uma relação pessoal muito forte de amizade com o futuro colega de parlamento, além de já terem feito alianças políticas, como foi em Pinheiro nas eleições municipais passadas. “Já estamos fechados. Ele é meu candidato a presidente da Alema”, reforçou.

Presente também no almoço, o deputado Neto Evangelista (DEM) destacou que Othelino Neto cumpriu, com êxito, uma grande missão quando foi vice-presidente da Assembleia. Como presidente, soube conduzir a Casa com sabedoria e instalou uma harmonia grande entre os poderes constituídos do estado.

“Ele tem condições de continuar tocando a Presidência da Assembleia, da forma como fez nesta sua gestão. É uma grande força política no estado, demonstrou isso nessas eleições, portanto é o meu candidato a presidente”, frisou.

Nos últimos dias, Othelino Neto recebeu apoio dos deputados eleitos Zé Inácio (PT), Helena Duailibe (Solidariedade), Welington do Curso (PSDB), Detinha (PR), Leonardo Sá (PRTB), Pará Figueiredo (PSL), Neto Evangelista (DEM), Mical Damasceno (PTB), César Pires (PV), Pastor Cavalcante (PROS), Wendell Lages (PMN), Cleide Coutinho (PDT), Duarte Jr (PCdoB), Zé Gentil (PRB), Márcio Honaiser (PDT), Dra Thaíza (PP), Adriano Sarney (PV), Carlinhos Florêncio (PCdoB), Professor Marco Aurélio (PCdoB), Fernando Pessoa (Solidariedade), Andrea Rezende (DEM), Edson Araújo (PSB), Rafael Leitoa (PDT), Ana do Gás (PCdoB), Adelmo Soares (PCdoB), Rigo Teles (PV), Glalbert Cutrim (PDT), Paulo Neto (DEM), Daniella Tema (DEM), Vinícius Louro (PR), Yglésio Moisés (PDT), Hélio Soares (PR), Antônio Pereira (DEM), Ciro Neto (PP), Roberto Costa (MDB), Fábio Macedo (PDT), Rildo Amaral (Solidariedade) e Ricardo Rios (PDT).

Fonte: Blog Luis Pablo